Piscar

Atualizado: há 2 dias




Você pisca frequentemente? Sabe como é piscar?


Provavelmente deve estar pensando, lógico que pisco frequentemente e sei como, pois é automático. Eu digo para você que não é bem assim. O excesso de concentração seja no que fazemos ou lemos faz com que nos esquecemos de piscar frequentemente, ou seja, o olhar fica fixo sem piscar. Preste atenção nos seus olhos ao realizar uma atividade com muita concentração. Com o tempo começamos a realizar esta ação com tensão e esforço, diminuindo o piscar e acabando transformando o piscar em abrir e fechar os olhos


Agora deve perguntar: mas, piscar não é abrir e fechar os olhos?


Sim, mas de forma suave, leve e rápido, sem ser em excesso. O ato de piscar deve ser muito agradável. A tensão que vai se acumulando nos músculos ao redor dos olhos faz com que o fechar e abrir dos olhos passam a ser realizados com esforço, perdendo toda a suavidade do piscar. Observe os olhos infantis, a suavidade, rapidez e frequência com que piscam. Nossos olhos deveriam continuar agindo desta forma.


Muitas pessoas sabem que piscar lubrifica os olhos e contribui para proteção deste diante de agentes externos, como poeira, bactérias, vírus, etc. Mas, o que poucos sabem é que este pequeno ato significa pequenas pausas de descanso para visão, massageia o globo ocular, faz as pupilas se expandirem e contraírem, colabora para desenvolver a visão periférica, facilita os olhos moverem de um ponto ao outro continuamente e ajuda na nitidez visual, ficando mais fácil olhar os detalhes. Além de relaxar não somente os olhos e os músculos ao seu redor, mas também a mente. E pálpebras leves são pálpebras com uma circulação saudável. Deveríamos piscar cerca de 22 a 25 vezes por minuto.


Ficar sem piscar torna nossos olhos secos e tensos. Isto causa sensação de ardor nos olho, faz com que eles cocem e fiquem cansados. Mantenha os olhos abertos sem piscar o tempo que conseguir e sinta os efeitos de ficar sem piscar. É isto que ocorre quando está muito atento, mas só que nestes momentos você não tem consciência do que está ocorrendo, só vai perceber depois de algum tempo quando os olhos estão muito cansados.


Então, vamos lá. Mais um exercício simples e de grande importância para os olhos!!! E que você pode fazer a qualquer momento e em qualquer lugar, basta estar acordado.


Piscar!!!


Este exercício vai treinar seus olhos retornarem para a suavidade com rapidez do ato de piscar.


Primeiro vamos diminuir a tensão ao redor dos olhos. Sente-se confortavelmente, pisque e sinta como é o seu piscar, a tensão da face e das pálpebras ao realizar este ato. Realize a massagem no pescoço, ombros e face. Depois o palming (empalmar). Retire as mãos dos olhos piscando.


Agora, vamos dissociar o movimento de piscar dos 2 olhos. Quanto mais separado for, mais suave será o seu piscar. Começaremos trabalhando o olho esquerdo:


Feche o olho direito e deixe o esquerdo aberto. Coloque suavemente seus dedos sobre a pálpebra superior fechada do olho direito para sentir o quanto a pálpebra deste olho mexe, enquanto pisca com o esquerdo. Tire a mão do olho direito e feche também o esquerdo. Massageie com suavidade só ao redor do olho esquerdo (incluindo entre as sobrancelhas). Depois, com o dedo indicador, massageie a ponta dos cílios do olho esquerdo suavemente e cinta o movimento deles nas pálpebras deste olho, enquanto passa seu dedo na pontinha dos cílios. Pare e visualize, imagine que a pontinha dos seus cílios do olho esquerdo que mexem suas pálpebras deste olho para abrir e fechar com suavidade, o movimento vem das pontas dos cílios para as pálpebras. As pontas do cílios se tocam bem suave, sem demorar e se abrem novamente. Visualize que enquanto o olho esquerdo faz esta ação, o olho direito está parado, imóvel, como se não existisse. Respire tranquilamente e profundamente enquanto imagina os cílios dos olhos esquerdo puxando suas pálpebras e fazendo este olho abrir e fachar, enquanto o olho direito está parado, imóvel. Agora, continue visualizando e faça o movimento do olho esquerdo junto, ponha novamente os dedos com suavidade sobre a pálpebra superior fechada do olho direito e sinta como está o movimento deste, enquanto continua visualizando e movendo o olho esquerdo. Para seus olhos conseguirem piscar separadamente, concentre-se em abrir e fechar o olho esquerdo tão devagar, com suavidade e pouco esforço, que o direito deixará de tentar participar. Perceba o quanto diminuiu o movimento do olho direito. Não se preocupe se não conseguir fazer de início, apenas pratique o exercício por diversos minutos e depois tente fazer o mesmo com o olho direito aberto e o esquerdo fechado.


Depois que fizer o mesmo trabalho com os dois olhos, pisque novamente e sinta como está agora a tensão na face e pálpebras, como é realizar este ato agora.


Durante o dia conte 1,2 ,3 e pisque. Lembre-se também de piscar quando estiver muito concentrada fazendo alguma atividade ou lendo.


Vejo você no próximo exercício e muitas piscadas até lá!!!


Márcia Alves de Siqueira

Terapeuta Ocupacional / Terapeuta da Mão

Instrutora e educadora Self-Healing

Especializada em Fisiologia e Biomecânica do Exercício



72 visualizações

Márcia Alves de Siqueira

R. Natingui, 154 / V. Madalena

São Paulo - SP

Cel: +55(11)99941-1166

contato@self-healingterapias.com.br

© 2017 porSelf-Healing Terapias