Conheça o novo Coronavírus

Atualizado: Mai 20


Vamos enfrentar o coronavírus com equilíbrio e para isto é necessário conhecer melhor o problema. Muitas informações equivocadas são divulgadas pelas mídias sociais, por isto pesquise sites confiáveis. Em referências no final deste artigo constam alguns dos sites confiáveis para ajudar na sua consulta quando precisar.


A negligência e o pânico só colaboram com o coronavírus. Na negligência, você vai contrair o vírus e contaminar os outros por falta de cuidado. Como este vírus contamina na fase de incubação, ou seja, quando a pessoa está com o vírus e é assintomática (que pode durar até 14 dias), pode parecer que está tudo bem e normal com a pessoa, mas não está. Você não toma os cuidados sociais e de contato divulgados ao entrar em contato com esta pessoa e acaba pegando o coronavírus. Só irá perceber tempos depois e já terá contaminado mais gente. No caso do pânico, o estresse que a pessoa se submete enfraquece o sistema imunológico e a torna mais vulnerável para pegar o vírus. Além de tomar atitudes que ajudam a desestabilizar mais a situação social, como contribuir para escassez de alimentos, remédios e outros produtos necessários para enfrentar a crise. Assim, vamos manter o EQUILÍBRIO


O que é coronavírus?


Os coronavírus são uma família de vírus muito comuns que causam infecções respiratórias em pessoas e animais. São conhecidos desde 1937, quando foram isolados os primeiros coronavírus humanos. Em 1965, o vírus foi descrito como coronavírus por ter aparência de uma coroa.

Muitas pessoas são infectadas pelos coronavírus comuns ao longo da vida, sendo crianças as mais propensas. Geralmente, estas infecções causam doenças respiratórias leves a moderada, de curta duração, semelhantes a um resfriado comum. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.


Alguns coronavírus podem causar problemas respiratórios mais graves, como o MERS-CoV, o SARS-CoV e agora essa nova mutação do vírus (chamado SARS-CoV-2).


O SARS-CoV-2 causa a doença COVID-19 e não temos imunidade contra esta doença devido nunca termos tido contato antes.


Origem:


O novo membro da família coronavírus surgiu na China e pesquisadores acreditam que a contaminação em humanos tenha vindo do morcego. Raramente, os coronavírus animais podem infectar pessoas e depois se espalhar entre elas, como MERS-CoV , SARS-CoV e agora com esse novo vírus (chamado SARS-CoV-2).


Sintomas:


Principais sintomas conhecidos até o momento são:

  • Coriza.

  • Dor de garganta.

  • Tosse.

  • Febre.

  • Dificuldade para respirar.

Pode, também, ocorrer infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. Esse quadro é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido, diabéticos ou em idosos.

Transmissão:


A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer através de gotículas respiratórias contaminadas ou pelo contato, como:

  • gotículas de saliva;

  • espirro;

  • tosse;

  • catarro;

  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

É mais provável que você pegue a infecção pelo ar se estiver ao lado de alguém infectado do que fora de uma superfície.

Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe.

Os pesquisadores acreditam que as pessoas podem transportar altas cargas virais do SARS-CoV-2 no trato respiratório superior sem reconhecer nenhum sintoma (período de incubação), permitindo que eles eliminem e transmitam o vírus enquanto assintomáticos. Período de incubação média dos coronavírus pode ser de 2 a 14 dias. A transmissão de outros coronavírus só inicia após os primeiros sintomas.

A transmissão permanece enquanto estiver ocorrendo os sintomas e tem possibilidade de continuar após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o coronavírus.


Prevenção:


  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

  • Quando voltar para casa de um local público, como um banco ou supermercado higienize imediatamente as mãos como descrito acima.

  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

  • Evitar contato próximo com pessoas doentes. Distância segura da outra pessoa: 1 metro e meio.

  • Ficar em casa quando estiver doente.

  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo. Caso não tenha lenço de papel no momento tosse/espirra no cotovelo.

  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência, como mesas, maçanetas, interruptores de luz, bancadas, pegas, mesas, telefones, teclados, banheiros, torneiras e pias.

  • Evite tocar em superfícies com alto contato em público, mas caso seja necessário desinfete logo em seguida suas mãos lavando bem com água e sabão ou usando um desinfetante a base de álcool. Também cuidado para não levar as mãos até a face após tocar superfícies com alto contato público.

  • Evitar grandes reuniões e multidões.

  • Manter os ambientes bem ventilados.

  • Não compartilhar objetos pessoais.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

De acordo com um estudo recente publicado no New England Journal of Medicine , este novo tipo de coronavírus, pode viver no ar e em superfícies entre várias horas e vários dias. O estudo descobriu que o vírus é viável por até 72 horas em plásticos, 48 ​​horas em aço inoxidável, 24 horas em papelão e 4 horas em cobre. Também é detectável no ar por três horas.


Referências:


https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/index.html

https://coronavirus.saude.gov.br/

https://hub.jhu.edu/2020/03/20/sars-cov-2-survive-on-surfaces/

Clique aqui e baixe a cartilha do Ministério da Saúde sobre o coronavírus


Clique aqui e saiba sobre cuidados para saúde mental na pandemia do Covid-19




0 visualização

Márcia Alves de Siqueira

R. Natingui, 154 / V. Madalena

São Paulo - SP

Cel: +55(11)99941-1166

contato@self-healingterapias.com.br

© 2017 porSelf-Healing Terapias